IMPERDÍVEL! Confira o Cartão de Crédito e Débito PicPay

PicPay quer conquistar mais espaço no mercado de crédito e vai lançar cartão de débito e crédito. O PicPay é um app que funciona como uma carteira digital e vem cada vez mais ganhando mercado. Agora a empresa divulgou que vai entrar no mercado de crédito pessoal com o lançamento de um cartão de crédito e débito próprios.

Anúncio

PicPay deseja ganhar mais espaço no mercado de crédito e planeja lançar cartão de débito e crédito

Segundo o site NeoFeed, o PicPay, que possui mais de 20 milhões de usuários, está se preparando para disponibilizar alternativas de empréstimo para pessoa física. Entretanto, a empresa está em fase de ajustes de prazos, taxas e demais condições, sendo que as primeiras operações foram realizadas na semana passada.

“Nós entendemos que esses produtos estão prontos para ir ao mar aberto e ganhar escala”, comenta Gueitiro Genso, CEO da PicPay, ao NeoFeed. “Por isso, decidimos criar uma unidade de negócios para reunir essas duas soluções, que são estruturantes para qualquer ecossistema financeiro.”

Anúncio

O objetivo da fintech está sendo disponibilizar uma gama cada vez maior de serviços financeiros em uma plataforma só. Assim como acontece com os seus outros produtos, o PicPay vai ficar responsável pela entrega da solução, a gestão do risco e o financiamento virá de seus parceiros.

A fintech já estaria negociando com os parceiros interessados em disponibilizar crédito pessoal via plataforma.

Cartões de débito e crédito

Essa mesma estratégia está sendo utilizada para os cartões. Em janeiro, o PicPay começou com os testes na modade de cartões de crédito, em parceria com o Original, junto a uma base de 30 mil clientes.

Anúncio

Dessa forma, com essa alternativa, a empresa está lançando um cartão de débito, cujos ajustes também foram finalizados na semana passada.

Com isso, o usuário poderá ter um cartão digital e solicitar um físico. Os gastos poderão ser gerenciados via aplicativo, assim como o Nubank.

Anúncio

O PicPay já conta com mais de 20 milhões de usuários, com uma média mensal de 500 mil novos usuários por mês, antes da pandemia. Mas só no último mês, a empresa registrou um volume de 3 milhões.

Fonte: via

Anúncio
Anúncio